Envie o seu post para este endereço

.Balada de Outono por Manuel Alegre

.Entrevista a
Cristina Branco

.Testemunho de Teresa Portugal

Segunda-feira, 12 de Fevereiro de 2007

Cantigas de Maio

A História de Portugal é feita de muitos acontecimentos importantes protagonizados por figuras que se destacaram nos mais diversos quadrantes.

José Manuel Cerqueira Afonso dos Santos, Zeca Afonso, fez da música um dos instrumentos de crítica à ditadura fascista que vigorou em Portugal de 1933 até 1974.

33 anos após o fim da ditadura continua a ser importante recordar quem se empenhou na conquista do regime democrático.

Zeca Afonso, faleceu a 23 de Fevereiro de 1987, mas a sua música perdura. A sua participação activa na luta contra o regime de Salazar valeu a Zeca Afonso várias detenções pela PIDE ao mesmo tempo que a sua música surgia muda nos lábios de todos os que ansiavam pela Liberdade.

Nos jornais, porque o seu nome era alvo de censura, José Afonso era tratado pelo anagrama Esoj Osnofa. Grândola Vila Morena, que faz parte do álbum Cantigas de Maio, editado em 1971, tornou-se num dos símbolos da Revolução dos Cravos.


publicado por Equipa SAPO às 15:52

link do post | comentar | favorito
|

15 comentários:
De José António Nóbrega a 23 de Fevereiro de 2007 às 10:06
Eras o Maio da nossa escuridão.
Desafiando as ordas mais cinzentas.
Penetravas fundo na vasta imensidão.
Das togas, velhas, relhas, bolorentas.

Até Sempre grande Amigo

JAN


De ZECAS a 23 de Fevereiro de 2007 às 10:25
MUITAS HORAS PASSEI A OUVIR A TUA MÚSICA DURANTE OS 27 MESES DE GUERRA EM ANGOLA, TORNASTE -TE NO MEU AMIGO DE TODAS AS HORAS SEM NOS CONHECERMOS.
TIVE A SORTE DE TER UM OUTRO GRANDE AMIGO NOSSO ESSE CONVIVEU CONTIGO EM COIMBRA QUE TINHA TODOS OS TEUS DISCOS E FOI GRAÇAS AO PRIETO QUE EU TOMEI CONSCIENCIA DO GRANDE HOMEM QUE ERAS E CONTINUAS A SER PORQUE AINDA EXISTE GENTE COM MEMÓRIA EM PORTUGAL.
ESTEJAS ONDE ESTIVERES ZECA, VAIS VER DE TODOS NÓS UMA LUZ NAS NOSSAS JANELAS LOGO MAIS PELA NOITINHA.
AMANHÃ ESTAREI EM GUIMARÃRES A ASSISTIR A UM ESPECTACULO COM A CRISTINA BRANCO E OUTROS EM TUA HOMENEGEM.
ATÉ UM DIA AMIGO E COMPANHEIRO ZECA.


De Anónimo a 23 de Fevereiro de 2007 às 19:25
eu tambem gosto muito das musicas do zeca tenho um tio que se chama eladio prieto que esteve na guerra em ultramar foi alferes nao sei se estase referir a ele gostava de saber


De poesianunorita a 23 de Fevereiro de 2007 às 11:09
"Amigo, maior que o pensamento"
"Por essa estrada amigo vem..."
"Não percas tempo que o vento é meu amigo também"
Obrigado Zeca.
Eu mal te conheci, quando morreste era ainda uma criança, mas conheci-te através da tua excelente música e dos teus universais poemas. Foste uma inspiração da minha juventude.
Tu vives para sempre dentro de mim.


De Aureliano a 23 de Fevereiro de 2007 às 11:20
Obrigado José Afonso, não só pelo teu legado musical mas também pelo politico. Não devemos ou melhor não podemos esquecer essa riqueza que nos deixaste. É pena que só neste dia se lembrem de ti na rádio, na televisão e nos jornais. Cresci a ouvir e a cantar as tuas músicas. Tinha então 13/14 anos de idade quando comecei a minha aprendizagem com as tuas mensagens. Estudava na altura na Escola Industrial e Comercial de Matosinhos. Conseguimos que viesses cantar para nós. Muito mais há para dizer mas fico com a tua música e com a tua mensagem que me acompanha sempre para onde quer que vá.
Obrigado


De João Belo a 23 de Fevereiro de 2007 às 11:30
Tenho apenas 24 anos...nasci no ano do grande concerto do Zeca no Coliseu mas fui vivendo, através dos meus pais,as suas músicas e aos poucos descobrindo toda uma revolução cantada pela sua viola. É um orgulho o Zeca ser português, grande poeta e cantor.


De joaoafonso a 23 de Fevereiro de 2007 às 12:01
"Amigo, maior que o pensamento"...a grandiosidade da alma e de um coração que acreditou que os "vampiros" cairiam do altar inquisidor. Continua a ser válida e continuará a ser o teu grito de inconformismo, daí que continuamos a ser os "filhos da madrugada". Fugiste-nos...um dia nós te agarramos, ou não fosse a vida o jogo das escondidas da nossa meninice.


De Cristina Ganhão a 23 de Fevereiro de 2007 às 12:13
Zeca Afonso perdura hoje no imaginário de Portugal por aquilo que cantou.
Mas para quem o conheceu será sempre recordado como uma "alma livre" que tocou cada um de nós.
Onde quer que estejam, tu e o meu pai, sejam livres


De Catarina Eufémia a 23 de Fevereiro de 2007 às 13:51
Zeca, tinha eu 8 anos e cheguei ao pé de ti no fim do
teu concerto no jardim da Sereia em Coimbra e disse
"eu chamo-me Catarina Eufémia" e tu pegaste-me ao
colo! Nunca mais me esquecerei... As tuas músicas
andam e andarão sempre comigo!
Até sempre!


De pedrotp46@sapo.pt a 23 de Fevereiro de 2007 às 14:25
Só musica e o país há 30 anos a afundar-se


De micaela barbosa a 23 de Fevereiro de 2007 às 14:44
Grande Zeca Afonso...fazes parte de mim, por tantas vezes que te ouvi e te cantei.És para mim um símbolo universal da simplicidade, revolução, consciencia e beleza. Obrigada pela tua arte.


Comentar post

.posts recentes

. Preview movie trailers - ...

. Hit-Booster will start se...

. Make $75 in 15 minutes wi...

. Seo Killer Tactics

. Post your ads where peopl...

. Take paid online surveys ...

. Hit-Booster will start se...

. Make $75 per online surve...

. You have made $300

. Post your ads where peopl...

.arquivos

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Fevereiro 2007

.links

.Janeiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds